Mulheres Importantes na História viram princesas da Disney

david-trumble_-women-od-the-world-collection

Olá galera,

Depois de ler o livro O Diário de Anne Frank, resolve pesquisar um pouco mais sobre ela na internet e acabei me deparando com algo muito legal no site Metrópoles, o artista David Trumble ilustrou mulheres que foram importantes para a história como princesas da Disney, quebrando assim todos os esteriótipos de que princesas são donzelas indefesas que estão a procura do príncipe encantado, e nos mostra que as verdadeira princesas da nossa história foram mulheres corajosas que lutaram por seus direitos e o direitos de outras pessoas e apesar das dificuldades nunca desistiram, e conseguiram grandes feitos para a humanidade mesmo que apenas nos ensinando a ver o mundo de um jeito diferente.

Princesa Ruth Bader Ginsburg: Princesa Suprema

Foi a segunda mulher nomeada para o cargo de Juíza da Suprema Corte dos EUA, com uma voz forte em favor da igualdade de gênero, de direitos dos trabalhadores e da separação entre Igreja e Estado.Em 1996, Ginsburg escreveu a decisão histórica do Supremo Tribunal Federal dos EUA, proibindo o Instituto Militar da Virgínia de recusar-se a admitir mulheres.

1-ruth-bader-ginsberg-princess-e1383160244615


Princesa Anne Frank: Princesa do Holocausto

Uma garota judia que foi morta aos 15 de anos em um campo de concentração no ano de 1945. Anne Frank ficou conhecida mundialmente após sua morte, com a publicação de seu diário onde relatou as experiências que viveu com a família ao se esconder dos nazistas na Holanda.

5-anne-frank-princess-e1383160435604

Princesa Harriet Tubman: Princesa da Abolição

Também conhecida por Black Moses, foi uma afro-americana natural dos EUA, abolicionista, humanitária e espiã da União durante a Guerra Civil dos Estados Unidos da América, que lutou pela liberdade, contra a escravidão e o racismo. Atuou em treze missões para resgatar setenta escravos utilizando a rede de ativistas abolicionistas e abrigos conhecida como “Underground railroad”.

6-harriet-tubman-princess-e1383160416115

 

Princesa Marie Curie: Princesa Nobel

Cientista polonesa que foi a primeira pessoa a ser premiada duas vezes com um Prêmio Nobel. Em 1903, (dividido com seu marido, Pierre Curie, e Becquerel) pelas suas descobertas no campo da radioatividade, e com o Nobel de Química, em 1911 pela descoberta dos elementos químicos rádio e polônio 2.

8-marie-curie-princess-e1383160363369

 

Princesa Malala Yousafzai: Princesa Desafiadora

Em 2012, após uma tentativa de assassinato por talibãs armados, aos 16 anos, Malala foi baleada na cabeça e no pescoço quando retornava para casa em um ônibus escolar. Eles tentaram mata-la por ser uma ativista em prol dos direitos da educação e das mulheres. Ela sobreviveu e reside atualmente na Europa. Malala ganhou o Prêmio Sakharov e o dedicou aos heróis sem nome do Paquistão, com o seguinte discurso ao receber o prêmio: “Algumas crianças não querem X-Box, iPhone e nem chocolate, querem um livro e uma caneta para irem ao colégio”.

10-malala-yousafzai-princess-e1383160318701

Princesa Susan B. Anthony: Princesa do Sufrágio

Susan foi uma das únicas que lutou pelos direitos das mulheres de votarem, em meados de 1800. Deixou um legado para as mulheres das futuras gerações.

4-susan-b-anthony-princess-e1383160460332

Bom gente é isso, eu me estou encantada com essa ilustrações! David ilustrou 10 grandes mulheres da história, porém só coloquei 6 no blog, mas vou deixar o link do site Metrópoles aqui e do site do autor  aqui, para quem quiser ver as outras ilustrações.

Espero que tenham gostado!

Bjus!
Keel ^^

Anúncios

Exposição ComCiência – Patrícia Piccinini

 

dsc_0920

Olá galera,

Hoje eu vim falar com vocês sobre uma exposição que visitei recentemente e que me surpreendeu bastante. A mostra “ComCiência”, da artista australiana Patrícia Piccinini, trás o duplo sentido da palavra em forma de esculturas e quadros diferentes de tudo que já vimos. Criaturas estranhas, que  de inicio aparentam até mesmo parecer repulsivas porém com feições tão humanas que nos fazem sentir algo a mais em suas fisionomias, algumas esculturas trazem aquela sensação de aconchego e outras não conseguimos ficar muito tempo perto é impressionante.

Patricia Piccinini desenha seres que poderiam ser criados em laboratório para executar tarefas do nosso cotidiano. Sendo que todas aparentam ser engraçadas, estranhas ou monstruosas porém com uma humanidade e bondade no olhar. São seres que propõem uma experiência de aproximação e afeto.  A artista cria um cenário onde cabe a cada espectador desvendar os mistérios escondidos em cada imagem e a mensagem que ela gostaria de passar.

E eu trouxe algumas fotos para vocês!

dsc_0951dsc_0967dsc_0956dsc_0950dsc_0921dsc_0939dsc_0920Bom não vou colocar todas para não estragar a experiência de quem for ao evento.

“À primeira vista, o trabalho da artista plástica Patricia Piccinini pode causar certo estranhamento. Mas basta um segundo olhar para o público se render ao universo criado por ela e entender o porquê de a exposição “ComCiência” ter atraído mais de um milhão de visitantes nos CCBBs de São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Na capital mineira, as esculturas pautadas no realismo fantástico e que parecem ter saído de filmes de ficção podem ser vistas a partir desta quarta-feira (12), no CCBB-BH” (Matéria do jornal Hoje em Dia – 12 de outubro de 2016, por Vanessa Perroni)

Para quem se interessou a mostra está ocorrendo em algumas cidades no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de 09:00 às 21:00, com entrada gratuita.

CCBB-BH – do dia 12 de Outubro de 2016 a 09 de janeiro de 2017.

CCBB-SP – do dia 12 de outubro de 2016 a 04 de janeiro de 2017.

Bom galera espero que tenham gostado tanto quanto eu!

Bjus! 

Keel ^^

Clássicos da Disney na versão “Tim Burton”

3730660-horz

Olá Galera,

Como já tinha falando em outro post, sou apaixonada por tudo que envolve o mundo Disney, vou deixar Aqui o link para outro trabalho maravilhoso que já postei aqui antes envolvendo as princesas Disney. E navegando na net, me deparei com o trabalho do artista Andrew Tarusov, que nasceu em Ribinsk na Russia. O artista trabalha com vários tipos de desenhos entre eles: vintage Pin- Ups e quadrinhos.

Me encantei com o trabalho desse artista, até salvei várias de suas obras aqui no meu computador e no celular para usar como protetor de tela kkk. Mas o que mais chamou minha atenção nos trabalhos de Andrew foram as várias ilustrações com tema da Disney. Um deles foi os clássicos em uma versão Tim Burton, isso mesmo, o ilustrador teve a brilhante ideia de recriar os personagens clássicos da Disney nas versão sombria de Burton. As ilustrações ficaram tão incríveis que deu até vontade de assistir aos desenhos.

Resolvi compartilhar essa arte com vocês e espero que gostem. Vou deixar o link para o Instagram do artista AQUI, e o site AQUI, onde vocês podem se maravilhar com todas as obras de Tarusov. Depois vou trazer mais ilustrações dele aqui.

3730660.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

PINÓQUIO

3765040.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

BRANCA DE NEVE

3766600.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

BAMBI

3768160.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

A BELA E A FERA

3769730.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

A PEQUENA SEREIA

3771290.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

DUMBO

3772850.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

A BELA ADORMECIDA

3774410.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

O REI LEÃO

3775980.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

ALADIM

3777540.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

101 DÁLMATAS

Abaixo um vídeo de Andrew colocan
do em prática seu talento

É isso Galera, espero que tenham gostado tanto quanto eu.

Um grande Bju! 

Keel ^^

A Versão Macabra das Princesas Disney

Disney Princesses by Kristina Webb-tile1

A Disney,sempre tem aquelas história com finais felizes e que além de serem lindas nos passam varias lições que acabamos levando conosco para a vida toda. E eu sempre gostei dessas histórias (até hoje kkkk) e tenho costume de pesquisar tudo sobre essas histórias que marcaram minha infância. Porém essas historias nem sempre tiveram finais felizes. A versão original ao contrario da versão de Walt Disney ela é bem mais assustadora!

Em minha busca pela internet encontrei essa matéria no site Adoro Cinema  e achei tão interessante que resolvi trazê-la aqui. Algumas imagens que coloquei foram ilustradas por Jeffrey Thomas que resolveu imaginar as histórias da Disney de um jeito macabro onde elas sofrem e voltam com sede de vingança. E tem também imagens do ilustrador tailandês Witit Karpkraikae, que criou todo um mundo sombrio e medonho usando as famosas figuras da realeza. Veja algumas aqui.

CINDERELA

the_zombie_cinderella_princess_by_clocktowerman-d54qcdt-horz

Versão Disney: Cinderela perde o sapatinho de cristal no baile, e o príncipe passa a procurar pela dona do sapato. Todas as mulheres solteiras da região experimentam o calçado, mas ele não serve em ninguém – nem mesmo nas irmãs malvadas de Cinderela, que tentam de todas as maneiras conquistar o príncipe. No final, o sapato cai perfeitamente nos pés de Cinderela, que se torna a escolhida. Eles se casam e se tornam felizes para sempre.

Versão original: Para seus pés caberem no sapatinho de cristal, uma irmã malvada corta os dedos do pé, e a outra corta o próprio calcanhar. Mas o príncipe é avisado de o sapatinho está repleto de sangue, e não aceita nenhuma das duas como esposa. Quando elas tentam comparecer à festa de casamento entre Cinderela e o príncipe, as irmãs têm os olhos furados por pássaros. Mais tarde, Cinderela quebra o pescoço da Madrasta Má com a tampa de um baú, matando a vilã. Ah, mais um detalhe: não existia fada madrinha na história dos irmãos Grimm.

A BELA ADORMECIDA

Jeffrey Thomas (7)-horz12

Versão Disney: Vítima de um feitiço, a princesa espeta o dedo no fuso de uma roca e cai em sono profundo. O príncipe Philip, já apaixonado por Aurora, descobre a maldição, dá um beijo de amor verdadeiro, e ela se acorda. Eles se apaixonam.

Versão original: Aurora espeta o dedo e dorme. O príncipe chega, estupra a garota e vai embora. Ela engravida e dá à luz, enquanto dorme. Na história de Giambattista Basile, a personagem acorda apenas quando os bebês, famintos, chupam o seu dedo e retiram o linho enfiado na carne. Outra versão mais antiga da mesma história (contada por Robert Darnton) diz que Aurora acorda com os recém-nascidos comendo o corpo da própria mãe, de tanta fome.

A PEQUENA SEREIA

pequena-sereia-zumbi-horz221145

Versão Disney: A sereia Ariel se apaixona pelo humano Eric, e o resgata após um acidente. Ela se apaixona, e para ficar perto do amado, aceita trocar a sua voz por um par de pernas. O desafio é conquistar um beijo verdadeiro em três dias, ou ela volta a ser sereia. A vilã Ursula trapaceia, finge ser Ariel e dificulta a tarefa. Ariel volta a ser sereia, mas com a ajuda do pai, torna-se humana e se casa com o príncipe.

Versão original: Ao invés de conceder a sua voz, Ariel tem a língua cortada, e por isso não pode falar. As pernas novas doem terrivelmente, como se ela andasse sobre cacos de vidro. Caso ela não consiga o beijo verdadeiro, ela morre. O príncipe se casa com outra (que acredita ter sido a sua salvadora no acidente), e Ariel quer voltar para o fundo do mar. Para se tornar sereia, basta assassinar o príncipe e deixar o sangue dele cair sobre seus pés. Mas Ariel não consegue matá-lo. Ela se joga no mar, e se transforma em espuma

CHAPEUZINHO VERMELHO

chapeuzinho_vermelho_thumb-horz

Versão Disney: O lobo chega à casa da vovó antes da Chapeuzinho Vermelho, e devora a proprietária. Ele se disfarça de vovó, e quase consegue enganar a garota, mas na hora de revelar o disfarce e devorá-la, o caçador mata o lobo.

Versão original: O lobo mata, mas não devora a vovó. Quando Chapeuzinho chega à casa, o lobo fantasiado oferece carne para a garota comer (sim, a carne da própria avó). Ela come toda a carne, e ainda bebe uma taça de vinho (que era na verdade o sangue da avó). Depois, quando chama a garota para a cama, ele pede a Chapeuzinho que fique nua antes de se deitar. O lobo devora a Chapeuzinho.

A BELA E A FERA

the_zombie_belle_white_princess_by_clocktowerman-d5btodg-horz

Versão Disney: Um príncipe é castigado por sua arrogância, e acaba transformado em uma Fera. O feitiço só terminaria quando ele amar alguém, e for amado também. Dez anos depois, ele ainda não conseguiu essa façanha. Até descobrir Bela, uma garota culta que se torna a prisioneira em seu castelo. Bela o recusa no início, mas acaba se apaixonando. O feitiço se desfaz e os dois ficam juntos.

Versão original: Em uma das primeiras versões, de Gabrielle-Suzanne Barbot de Villeneuve, Bela tem algo em comum com Cinderela: duas irmãs malvadas e invejosas. A trama original continua: após conquistar o amor da Fera, as irmãs tentam reter Bela fora de sua casa durante muito tempo. A ideia é irritar o Fera, fazendo com que ele devore sua amada quando ela retornar.

FROZEN

dark_elsa_by_courtneyluv7-d8eldg9-horz11

Versão Disney: Elsa é uma garota com o poder de transformar as coisas em gelo. Quando ela quase mata Anna, sua irmã menor, trolls fazem um feitiço para que Anna não se lembre do poder da irmã. Os pais das duas morrem, e Elsa evita o contato com Anna, com medo de não controlar seus poderes. Quando sua capacidade se torna pública, Elsa se refugia em um castelo, mas Anna está decidida a buscá-la de volta, com a ajuda de um vendedor de gelo e de um boneco de neve.

Versão original: Na história “A Rainha do Gelo”, de Hans Christian Andersen, os trolls são malvados, e fazem um espelho que distorce as imagens. O espelho se quebra, e pequenas farpas atravessam os olhos e o coração de Kai, irmão de Gerda (sim, a história original gira em torno de uma garota e um garoto). A malvada rainha da neve aparece, faz com que Kai se esqueça da irmã e leva-o com ela. Gerda procura pelo irmão: uma moita nasce de suas lágrimas, e investiga todos os cadáveres enterrados no chão, mas nenhum deles é de Kai, ou seja, ele ainda está vivo! Com a ajuda de uma garota ladra, eles retiram as farpas de Kai, combatem a bruxa e voltam para casa

PINÓQUIO

personagens-disney-visual-macabro_8-horz

Versão Disney: Pinóquio é um boneco que ganha vida. Seu amigo grilo lhe aconselha a não se meter em confusões, mas ele não ouve as sugestões e se envolve em vários problemas. Para esconder suas ações, ele mente ao seu criador, o bondoso Gepeto, e a cada mentira, o nariz de Pinóquio cresce mais. Um dia, ele é obrigado a salvar o pai, preso dentro de uma baleia. Com a ajuda de uma fada, torna-se humano.

Versão original: O personagem é muito mais manipulador na história “As Aventuras de Pinóquio”, de Carlo Collodi. Assim que aprende a falar, ele foge de casa. Quando o grilo falante tenta dar bons conselhos, Pinóquio se irrita e mata o amigo com uma martelada na cabeça. Depois, ele fala com mortos e fica agonizando quando dois perseguidores o enforcam. Ele escapa. Gepeto é engolido por um tubarão, ao invés de uma baleia. No fim da história, Pinóquio está à beira da morte.

 

BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES

9R2ScAL-horz02

Versão Disney: A Rainha má pergunta a um espelho quem é a mulher mais bonita, e o objeto responde que é Branca de Neve. Enciumada, a mulher manda matar a garota, mas o homem encarregado da tarefa não tem coragem de assassiná-la, e deixa Branca de Neve fugir na floresta. Ela encontra a casa de sete anões, e passa a morar com eles. A Rainha descobre que sua rival ainda está viva, se disfarça de bruxa e entrega uma maçã envenenada para Branca de Neve, que dorme até ser acordada pelo beijo do príncipe. Os anões matam a Rainha.

Versão original: A Rainha não apenas manda matar Branca de Neve, ela também exige que o coração e o fígado da garota sejam trazidos de volta. Ela come os órgãos. O príncipe tenta levar o corpo da Branca de Neve com ele, mesmo achando que ela está morta. A garota não acorda com um beijo: o príncipe deixa o caixão cair, e o pedaço de maçã em sua garganta se desloca e sai da boca, fazendo com que ela acorde. O príncipe e Branca de Neve se casam, e convidam a Rainha para a cerimônia. Os dois forçam a vilã a usar sapatos incandescentes, e dançar até morrer.

PETER PAN

Peter Pan Zombie Eating Tinkerbell-horz1

Versão Disney: Peter Pan é um garoto que não quer crescer. Com ajuda do feitiço da fada Sininho, ele ensina Wendy e seus irmãos a voarem até a Terra do Nunca, um lugar onde o tempo passa de maneira diferente. Lá, o Capitão Gancho tenta se vingar de Peter Pan, pois atribui ao garoto a culpa de ter perdido uma de suas mãos em uma batalha.

Versão original: A história de J.M. Barrie não foi tão modificada… com algumas exceções sórdidas. Quando os Garotos Perdidos envelheciam, o próprio Peter Pan se encarregava de matá-los, para evitar a superpopulação na Terra do Nunca. Outra história, “Peter Pan in Kensington Gardens”, sugere que o garoto enterrava cadáveres diariamente, incluindo bebês que se perdiam e eram assassinados.

RAPUNZEL

Witit Karpkraikae-horz

versão disney: rapunzel é mantida prisioneira numa torre pela cruel mamãe gothel. Seus cabelos gigantescos servem a manter contato com o belo príncipe, que roubou a sua tiara sem conhecer a dona do acessório. Rapunzel recupera a tiara, e faz um trato com o príncipe: ela entrega o objeto se ele ajudá-la a sair de lá, para ver as luzes no dia do seu aniversário.

Versão original: bom, neste caso a coisa é muito diferente. Logo nos primeiros encontros entre rapunzel e o príncipe, ela fica grávida, algo descoberto pela feiticeira ao ver a barriga da prisioneira. Quando o príncipe se depara com os cabelos cortados de rapunzel, acredita que ela está morta, e se joga da janela, ficando cego com os espinhos no solo. Ele vaga sem rumo, chorando. Rapunzel dá à luz a gêmeos, e as suas lágrimas fazem com que o príncipe enxergue novamente.

ALADDIN

Jeffrey Thomas (3)-horz

Versão Disney: Aladdin e seu macaco são enganados por Jafar, que lhes pede para resgatar uma lâmpada em uma caverna. Eles ficam presos, mas quando esfregam a lâmpada, libertam um gênio que concede a Aladdin três desejos. Aladdin sonha em usar os desejos para se casar com a princesa Jasmine, mas Jafar tenta enganá-lo várias vezes para recuperar a lâmpada. No final, o Sultão permite que Aladdin se case com Jasmine. Jafar é sugado para dentro de uma lâmpada.

Versão original: Existem dois gênios na lâmpada: um mais fraco, que leva Aladdin de volta à sua mãe, e um segundo, mais forte, que concede os três desejos. Ele pede riqueza, um castelo e se casa com a princesa. O feiticeiro tenta roubar a lâmpada da esposa de Aladdin, mas ele usa um anel mágico (e não um tapete) para recuperar o objeto. Aladdin nunca liberta o gênio da lâmpada, pensando apenas em si mesmo. Ele batalha com o feiticeiro e mata-o. Mas o irmão do feiticeiro tenta matar Aladdin. Novamente, o herói escapa e mata o segundo adversário, vivendo rico para sempre.

Espero que tenham gostado!

Keel ^^

Algumas Obras da Artista Heather Theurer

Desde de sempre sou super apaixonada pelas princesas Disney, e um dia desses pesquisando umas fotos para um post que estava preparando para postar aqui, eu encontrei algumas obras da artista Heather Theurer, que são simplesmente maravilhosas.

Um pouco sobre Heather

HeatherTheurer tranh_son_dau_cac_cong_chua_disney_2474

Algumas histórias começam emestradas bem definidas ou com realizações de outdoor. Mas a história de um artista geralmente começa em algum lugar menos visível, talvez até mesmo irreconhecível para a maioria. É apenas como um começo que deu vida à arte da criadora, Heather Theurer. As pinturas nasceram durante as férias de verão da escola em Paraíso, Utah. As Ideias surgiram a partir das lutas de trabalhar em uma pequena fazenda, do companheirismo leal de animais de estimação, experiências pessoais combinados para moldar a narrativa por trás de cada futura criação.

A partir desse ponto de vista Heather sabia que fazer arte era o que ela queria fazer para o resto de sua vida. ela recebeu treinamento extra e fez parte de uma escola de arte reconhecida. No entanto, foi a partir de seu próprio pai que ela aprendeu uma de suas mais valiosas lições: observar. Era um conceito bastante simples, mas funcionou.
As pinturas á óleo de Heather são o produto de décadas de observação de pessoas, de ambientes, de animais e de produtos têxteis, assim como a convergência de cada pedaço de conhecimento que veio a elas associadas. A maravilha e magia dos filmes da Disney, tanto as imagens e a música, também ajudou a cultivar as idéias que começou a tomar forma na pintura, e agora, com ousadia ela recria personagens da Disney de uma forma que lhes trazem para o realismo do nosso mundo tornando-se um nova paixão emocionante.
Compartilhados e reconhecidos em todo o mundo, sua arte passou a chamar a atenção dos EUA. Heather já recebeu reconhecimento e prêmios de organizações respeitadas, como a Art Renewal Center, Revista do artista e Spectrum, entre outros.
Para Heather, cada pintura é pessoal, “Eu não necessariamente não espero que o espectador tenha a mesma resposta a minha pintura como eu tenho. Em vez disso, a minha esperança é que a expressão que eu tenho ao pintar uma tela por horas observando e executando cada detalhe venha falar com eles de uma forma que inundem seus pensamentos e sentimentos de uma forma única para eles”.

Separei alguns trabalhos da Heather, baseados nos filmes da Disney para postar aqui, mas vocês podem conferir todos no site da artista.

Beauty-the-Beast-Final-nggid03270-ngg0dyn-800x0x100-00f0w010c010r110f110r010t010
Beauty and the Beast – “Love Blooms in Winter”

cinderella-nggid011-ngg0dyn-800x0x100-00f0w010c010r110f110r010t010Cinderella – “A Dream Is a Wish Your Heart Makes”

liloandstitch
Lilo & Stitch – “Ohana Means Family”

mulan
Mulan – “The Dark Side of the Moon”

tumblr_mvlwagiic91riwl6fo2_500
Valente – “If You Could Change Your Fate, Would You?”

rapunzel-nggid014-ngg0dyn-800x0x100-00f0w010c010r110f110r010t010
Rapunzel – “I See the Light”

Type = ArtScans RGB : Gamma = 2.000

Never Let It Go – “Elsa, Anna and Olaf”

 

 

Espero que tenham gostado. Deixem seus comentários e suas opiniões sobre a obra dessa incrível artista!

 

Keel^^

Font : disney fineart