E Não Sobrou Nenhum – Agatha Christie

LIVRO: E NÃO SOBROU NENHUM
AUTORA:
 AGATHA CHRISTIE
EDITORA: GLOBO LIVROS
GÊNERO: SUSPENSE POLICIAL
ANO DE PUBLICAÇÃO: 2014
ISBN: 978-85-2505-701-3
Nº DE PAGINAS: 400
AVALIAÇÃO: 5/5

Fotor_148957408311783

E Não Sobrou Nenhum ou O Caso dos Dez Negrinhos de Agatha Christie é um dos romances policiais da autora mais aclamadas de todos os tempos. Diferente da maioria de suas obras em “E Não Sobrou Nenhum” não existe um detetive, o assassino do livro não é apenas um mistério para o leitor mas também para personagens. Como na maioria dos livros de Agatha Christie, este também se passa em uma mansão, onde 10 pessoas são convidadas a passar alguns dias na ilha Do Soldado algumas, até sem saber o motivo de estarem lá, se interessam no dinheiro e na paz que a olha pode oferecer a suas mentes.

A história começa após um jantar quando os participantes ouvem uma misteriosa voz, oriunda das paredes da sala de jantar, onde são revelados segredos obscuros de cada um. Em seguida um pânico invade o ambiente e começam a ocorrer algumas mortes. Todo mistério rodeia um poema que é encontrado em todos os quartos da casa.

Dez soldadinhos saem para jantar, a fome os move;
Um deles se engasgou, e então sobraram nove.
Nove soldadinhos acordados até tarde, mas nenhum está afoito;
Um deles dormiu demais, e então sobraram oito.
Oito soldadinhos vão a Devon passear e comprar chiclete;
Um não quis mais voltar, e então sobraram sete.
Sete soldadinhos vão rachar lenha, mas eis
Que um deles cortou-se ao meio, e então sobraram seis.
Seis soldadinhos com a colmeia, brincando com afinco;
A abelha pica um, e então sobram cinco.
Cinco soldadinhos vão ao tribunal, ver julgar o fato;
Um ficou em apuros, e então sobraram quarto.
Quatro soldadinhos vão ao mar, um não teve vez;
Foi engolido pelo arenque defumado, e então sobraram três.
Três soldadinhos passeando no zoo, vendo leões e bois,
O urso abraçou um, e então sobrou dois.
Dois soldadinhos brincando ao sol, sem medo algum;
Um deles se queimou, e então sobrou só um.
Um soldadinho fica sozinho, só resta um;
Ele se enforcou,
E não sobrou nenhum.

O livro é surpreendente de todas as maneiras. Narrado em 3º pessoa iremos conhecer um pouco de cada personagem e junto com eles vamos tentando desvendar todo mistério do livro. Agatha consegue nos prender a cada página e nos deixa intrigados a cada minuto, o que te leva ler o livro noite adentro.

Mesmo o livro sendo publicado originalmente a mais de 50 anos, a leitura em momento algum é cansativa. E quanto ao final, não tem outra palavra se não SURPREENDENTE, de todos o finais esse foi de longe um dos mais diferentes que  li da autora.  As poucas pistas deixadas durante o enredo só dificultam a conclusão do livro. E toda a verdade só é revelada no epílogo do livro, é muita tortura!

Li poucos livros da autora, e ela ainda não se tornou minha autora favorita, mas com certeza um bom fã de suspense policial precisa ler esse livro. Os capítulos dessas edição são bem curtinhos o que ajuda a leitura ser ainda mais rápida. A narrativa foi organizada de forma que tudo se encaixe perfeitamente no final. A criatividade da autora de se basear todo um suspense em uma cantiga infantil foi genial.

sketch-1489573290412

Originalmente o livro é chamado Ten Little Niggles ou O Caso dos Dez Negrinhos, porém após algumas polêmicas que surgiram, principalmente nos EUA, por conta do título “Negrinhos” eles alteraram o passagensdo livro. A ilha antes chamada Ilha do Negro agora é Ilha do Soldado e a cantiga infantil onde era “negrinhos” passou a ser “soldadinhos”.

O livro foi adaptado para o teatro em 1943 com o título Os Dez Indiozinhos. Para a TV e cinema o filme já teve VÁRIAS adaptações as mais recentes foram: Don’t Blink, filme lançado em 2014 dirigindo por travis Oates que tem o enredo bem parecido com a história, onde relata 10 amigos “presos” em um resort deserto e vão sumindo um a um. E em 2015 o canal BBC exibiu a minisiérie britânica “And Then There Were None”.

Bom galera é isso, espero que tenham gostado. Deixen seus cometário e me contem se já leram esse ou algum outro livro da autora.

Bjus! 

Keel ^^

 

 

Labirinto – Jim Henson e A.C.H. Smith

 

LIVRO: LABIRINTO
AUTORES:
JIM HENSON E A.C.H. SMITH
ILUSTRAÇÃO: BRIAN FROUD
EDITORA: DARKSIDE BOOKS
GÊNERO: AVENTURA/ MAGIA
ANO DE PUBLICAÇÃO: 2016
ISBN: 978-85-9454-009-6
Nº DE PAGINAS: 272
AVALIAÇÃO: 5/5 ★ Favorito!

dsc_1330

Cansada e nervosa por mais uma noite ter de cuidar do irmão mais novo enquanto os pais estão fora, Sara mais do que nunca deseja se livrar de seu irmão que não para de chorar. Após dizer as palavras certas, o Rei dos Duendes, um dos personagens do livro favorito de Sara ganha vida e rapta o bebê.  Arrependida a garota terá de atravessar o labirinto cheio de armadilhas e apenas 13 horas, para chegar ao castelo e salvar seu irmão, caso contrario ele se transformará em duende para sempre.

Diferente da maioria, o livro foi adaptado do filme onde o autor inseriu novas cenas que só deixaram a história ainda mais interessante. Para quem é fã do filme esse livro é um prato cheio, contém ilustrações originais feitas por Brian Froud e alguns rascunhos de Jim Hanson. Um história de fantasia que marcou a infância e adolescência de muita gente nos anos 80 e 90.

O livro foi escrito por A.C H Smith logo após a produção do filme e recentemente a editora Darkside Book lançou uma nova edição maravilhosa. Uma aventura para todas as idades tanto o filme quanto o livro. O livro é narrado em terceira pessoa, e acompanhar as aventuras de Sara e os amigos que ela faz ao longo de sua caminhada foi uma sensação muito gostosa. Os personagens no livro são muito bem detalhados e ao ler você se sente mergulhado no filme, mesmo que você não tenha assistido.

dsc_1332

dsc_1341

dsc_1342

dsc_1343

O filme foi lançado em 1986 foi escrito e dirigido por Jim Henson, tendo no elenco David Bowie (como o Rei dos Duendes) e a estréia de Jennifer Connelly (como Sara). A idéia do filme surgiu depois que Jim Hanson e Brian Froud voltando da estréia de outro filme em que trabalharam juntos “O Cristal Encantado (1982)”, eles concordaram em fazer outro projeto juntos. Onde Freud fez um esboço de um bebê cercado por goblins e esta foi a que deu a maior inspiração para a obra.

Recentemente o filme teve uma nova dublagem deixando as falas e a interação dos personagem mais moderna. Para quem é fã e não sabia (assim como eu) o filme teve outras adaptações além do livro, uma HQ  comemorando os 30 anos da obra “Jum henson’s Labyrinth: 30th Aniversary Spacial” publicada pela Marvel Comics, um mangá chamado “Return to Labyrinth” com quatro volumes sendo uma espécie de continuação de O Labirinto.  E também existe um jogo de RPG chamado “Labyrinth: Maou no Meikyuu” lançado para o console NES.

Bom galera é isso espero que vocês tenham gostado, e deixem aqui nos comentários se já leram ou assistiram ao filme!

Bjus!
Keel^^